A pesquisa com AGCMs está em expansão

Seguindo a implementação das novas regras relacionadas com o uso de antimicrobianos e com o progresso contínuo de iniciativas de sustentabilidade, novos avanços no campo da tecnologia da nutrição animal podem estar nos levando a uma nova era de progresso nas indústrias de aves, suínos e ruminantes.

Por exemplo, a tecnologia de ácidos graxos de cadeia média (AGCMs), da qual a Agrimprove — linha de aditivos do Royal Agrifirm Group — foi pioneira e fez progressos, apresentou um crescente interesse e adoção no mercado canadense

Entre vários benefícios, a linha Agrimprove demonstra que resultados recentes de universidades e instituições de pesquisa líderes estão ampliando o conhecimento de vantagens de AGCMs específicos que contribuem para a saúde e desempenho animais, fornecendo uma proteção no alimento contra contaminações virais e os animais contra diversas doenças e causas de estresse, e contribuindo com estratégias de controle contra os principais patógenos.

“O setor mundial de alimentação e nutrição animal, junto com a agricultura animal, está avançando rapidamente”, disse o Dr. Rob Goedegebuure, líder comercial Agrimprove para América do Norte e Europa . “Além dos muitos desafios, excelentes oportunidade estão surgindo. Progressos como a tecnologia dos AGCMs estão ajudando a nos guiar e apertar o passo por nos fornecer novas soluções para alimentos animais seguros, nutritivos e de alta qualidade que oferecem benefícios adicionais aos animais, aos produtores e suas indústrias e, o mais importante, aos consumidores.

A tecnologia dos AGCMs oferece uma plataforma guiada pela ciência que se enquadra com as expectativas atuais do mercado por soluções sustentáveis e baseadas na biologia.

A equipeAgrimprove está fazendo um tour pelo Canadá para compartilhar o conhecimento e as oportunidades mais atuais relacionados com os AGCMs com os produtores, empresas, indústrias, veterinários e nutricionistas. A equipeAgrimprove, junto com a Canadian Bio-Systems Inc., sua parceira estratégica de marketing para a linhaAgrimprove no mercado canadense, está prevendo uma captação mais forte de AGCMs no futuro por parte de várias empresas e operações, incluindo muitas que, segundo a empresa, já utilizaram essa tecnologia com excelentes resultados durante vários ciclos de produção.

Os AGCMs são moléculas que consistem em cadeias com o comprimento de 6 a 12 átomos de carbono que — com as formulações e estratégias certas — apresentaram atividades funcionais benéficas em todas as fases da criação de animais e da movimentação da cadeia de valor. Isso inclui vantagens específicas durante os períodos críticos da transição e vulnerabilidade durante o curso dos ciclos de produção.

A tecnologia de AGCMs também ajudou a otimizar a saúde e a imunidade intrínsecas em várias espécies animais por contribuir de modo positivo com a morfologia intestinal.

Nos suínos, em combinação com os amplos benefícios de desempenho animal, entre as vantagens do controle de patógenos específicos com AGCMs estão as estratégias de suporte para proteger o alimento e os animais contra várias das principais preocupações. Isso inclui o potencial exibido contra vírus encapsulados, como o vírus da diarreia epidêmica suína, o vírus da síndrome reprodutiva e respiratória dos suínos e a peste suína africana (ASF).

Os AGCMs também apresentam vantagens únicas para a redução da transmissão vertical de doenças entre porcas e leitões, e para lidar com ameaças de patógenos bacterianos persistentes, como a Streptococcus suis.

The more we have learned about the advantages of MCFA for swine production, the more the opportunities and application strategies have expanded,” Nuscience account manager Dr. Fokko Aldershoff said. “Today in particular, there is a lot of focus on the benefits for helping to address threats such as ASF that are changing the global pig production landscape.

“Vimos resultados iniciais positivos em relação ao potencial da ASF, e continuaremos a realizar mais pesquisas”, acrescentou Aldershoff.

No campo das aves, os principais benefícios também se estendem a vantagens personalizadas para contribuir com a saúde intestinal e fornecer proteção às aves que são ameaçadas por grandes infecções. Isso inclui contribuir para o controle de patógenos contra várias das grandes ameaças. No geral, os AGCMs exibiram estratégias melhoradas para aumentar a taxa de crescimento e a eficiência dos alimentos, maior produção de carne de peito, melhor digestão e qualidade de ninho, e condições de saúde geral mais forte.

“A criação de aves na América do Norte está transitando rapidamente para a redução do uso de antimicrobianos, em harmonia com outras das principais regiões de criação do mundo”, disse Jan Vervloesem, gerente da categoria aves da Agrimprove. “Foi comprovado que os AGCMs são uma ferramenta única e altamente eficiente para ajudar nessa transição e contribuir de várias maneiras importantes para o aumento da produtividade, auxiliando na saúde das aves, incluindo a saúde e morfologia intestinais, o que possibilita um ótimo desempenho”.

Para os ruminantes, os benefícios dos AGCMs vão além das vantagens específicas para o gado leiteiro e de corte, estando primariamente relacionadas à melhoria da função do rúmen e condição imune aprimorada. No caso de vacas leiteiras, essas vantagens contribuem para a produção de leite e para a qualidade, além de um plano melhorado de imunidade. Com bezerros, o uso de AGCMs em substitutos do leite e em dietas iniciais contribui para o aprimoramento do ganho diário, para o índice de conversão dos alimentos e para a saúde. No gado de corte, um potencial adicional foi exibido em relação ao índice de crescimento.

Mantenha-se atualizado

Você gostaria de ser informado sobre nossos últimos desenvolvimentos? Cadastre-se aqui e mantenha-se atualizado.

Estou interessado(Required)

Agrimprove can store and use my personal information to respond to my request, as stipulated in the privacy policy.

This field is for validation purposes and should be left unchanged.