header_dots_v04
ideia #29

Mitigação de riscos
em alimentação 
– o elo perdido em biossegurança

Nas últimas décadas, a população mundial de suínos foi atingida por vários desafios emergentes de doenças. Pense nos enormes danos causados por doenças como febre aftosa (FA), SRRS, PED e, mais recentemente, peste suína africana (PSA). Todos os desafios acima têm algumas características em comum: são todos virais, têm a capacidade de se espalhar com o mínimo de partículas virais, têm um enorme impacto econômico e a biossegurança é o principal método para impedir que as granjas sejam atingidas por esta doença.

Biossegurança, fechando todos os portões de entrada de patógenos

Atualmente, quando se fala em biossegurança, a principal preocupação é impedir que pessoas, animais nocivos, materiais e até ar contaminado entrem em uma granja enquanto carregam doenças. A maneira mais fácil é simplesmente restringir a entrada. No entanto, às vezes é essencial ter contato com o “mundo exterior”. Os suínos precisam ir aos abatedouros, o estrume deve ser levado aos campos e a alimentação e a água precisam entrar na fazenda. Todos esses diferentes pontos de contato são os pontos fracos da biossegurança. Tomar as medidas administrativas apropriadas e usar produtos de higienização adequados se torna uma prática cada vez mais comum; enquanto a mitigação de riscos nos alimentos é frequentemente esquecida. No entanto, é comprovado por pesquisas que também os alimentos para animais podem ser um transmissor de vírus (Niederwerder et al.)

Feche a porta para vírus de maneira sustentável e lucrativa

Imagine que seria possível tratar a ração animal com um produto sustentável e seguro, dessa maneira levando à redução máxima da propagação viral e, ao mesmo tempo, aumentando significativamente o desempenho do animal. Essa não seria uma opção ideal para o animal, o agricultor e toda a indústria? Essa é exatamente a ideia que será “cultivada” por uma equipe global de pesquisadores independentes, desenvolvedores e integradores.

Deseja ser o primeiro da fila a conhecer mais sobre os resultados e coletar a ideia conosco? Entre em contato com Kobe Lannoo, nosso especialista da Agrimprove.

A diferença entre obter lucro ou falência durante os períodos de PSA é muito simples: mantenha o vírus fora da fazenda; como fazê-lo é onde se torna complicado.

Seu especialista em suínos da Agrimprove

Kobe Lannoo
Category manager pigs

Diga “sim” ao melhoramento

Queremos saber a sua opinião. Entre em contato conosco para trocar ideias sobre como podemos juntos otimizar suas atividades.

Mantenha-se atualizado

Você gostaria de ser informado sobre nossos últimos desenvolvimentos? Cadastre-se aqui e mantenha-se atualizado.

Estou interessado(Required)

Agrimprove can store and use my personal information to respond to my request, as stipulated in the privacy policy.

This field is for validation purposes and should be left unchanged.